Cadastre-se e receba ATUALIZAÇÕES EXCLUSIVAS sobre o que ESTÁ FUNCIONANDO na consultoria ambiental. 

Como vencer a inexperiência profissional?

Em 10/12/2016 , Comments
 

Começar a trabalhar na consultoria ambiental exige conhecimento, autoconfiança e, acima de tudo, um enorme senso de responsabilidade. Em primeiro lugar, porque existe a famosa responsabilidade técnica, ou seja, você se torna legalmente responsável, assim como o cliente, pelas consequências de seu projeto. Em segundo lugar, porque a possível solução de um problema jurídico de um terceiro ou dano ambiental, está em suas mãos, e sua reputação depende disso. Assim, existem diversos fatores que o consultor deve ser capaz de lidar no decorrer de seu desenvolvimento profissional para que consiga trazer sempre a solução mais bem balanceada para todas as partes envolvidas.

 Quem vem primeiro: a experiência ou o trabalho?

O fator mais importante a ser gerenciado no início da carreira de consultoria ambiental sem dúvida é a falta de experiência. Muita gente fica travada por causa do medo de ser inexperiente. Sempre recaímos à aquela velha história de quem veio primeiro – o ovo ou a galinha. Muitos se queixam que sem experiência, não arrumam trabalho. Por outro lado, sem um trabalho, ninguém consegue ter experiência. Parece uma equação difícil de resolver, não é mesmo? Mas existe um jeito de quebrar esse ciclo.

 Emprego é uma oportunidade, mas nem toda oportunidade é um emprego

Pela minha experiência, as pessoas confundem emprego com oportunidade. São coisas bem diferentes. Emprego é quando alguém já abocanhou uma oportunidade e está precisando contratar alguém para ajudá-lo a entregar a solução. Oportunidade, é quando você vê um potencial de ganho positivo em um problema, que só pode ser alcançado através de um trabalho. Veja, os empregos não deixam de ser oportunidades, mas nem todas oportunidades são empregos. A grande diferença entre criar suas próprias oportunidades e ficar esperando que alguém as dê a você é o tempo que você está perdendo da sua vida que você já poderia estar usando o seu conhecimento para construir o seu próprio futuro, e não o futuro de alguém. Dessa forma, eu acredito firmemente que todo mundo que está em início de carreira e precisa de experiência deve se lançar em busca das próprias oportunidades. E eu acredito que é muito mais fácil encontrar oportunidades diretamente com os detentores dos problemas – ou seja, os clientes – já que eles estão aos montes na internet. Fazendo isso, você vai se ver obrigado a desenvolver a habilidade número 1 do empresário bem sucedido que é aprender a vender. Empresa nenhuma sobrevive sem conseguir vender suas soluções ou produtos.

Começando com o pé direito

Agora você deve estar pensando: “Puxa, esse Otávio só pode estar de brincadeira... acabei de sair da faculdade sem experiência alguma e ele está dizendo que eu devo ir atrás de clientes?”

A minha resposta é sim. Veja – quando você não tem experiência, você vai cometer vários erros. Só que com esses erros, você vai adquirir experiência. Que por sua vez, vai te permitir tomar decisões melhores, que te levarão a acertos, e assim a vida anda. Assim, as melhores dicas que dou para os iniciantes são:

  1. Procure clientes, converse com eles, peça cópias da documentação e entenda seu problema;
  2. Vá até o órgão ambiental e peça orientação para resolver o caso. Use e abuse da equipe técnica, não tenha vergonha de pedir auxílio, eles estão lá para isso;
  3. Estude como nunca a legislação e os procedimentos normativos indicados pelo técnico do órgão ambiental e proponha a solução ao cliente.

Seguindo esses 3 passos, suas chances de sucesso são muito altas. Você é capaz, todo mundo é capaz. Entenda que daqui pra frente a sua escola vai ser o balcão do órgão ambiental.

Risco x perigo

Por último, eu gostaria de deixar uma dica importante: corra risco sempre, perigo nunca. Correr risco é quando você se prepara para lidar com os eventos do acaso. Peça orientação a professores, consultores mais experientes e principalmente o técnico do órgão ambiental. Eles estão lá para orientar. Use-os. É impressionante quando você estuda bem a solução do processo de um cliente antes de sentar com ele para discutir o problema... ele fica desarmado!

Correr perigo é quando você se lança em um desafio sem medir ou se preparar para os eventos do acaso. Enfim, todo risco pode ser gerenciado, o perigo não. Então prepare-se e mãos à obra, porque em época de crise, o mercado de compensações obrigatórias (crimes ambientais) aumenta consideravelmente...

Escreva abaixo nos comentários qual é o seu plano de experiência!

# Você sabia que uma das maiores dificuldades dos consultores ambientais é saber como calcular com exatidão o preço de venda de seus serviços e empacotá-los em um formato de proposta técnica MATADORA, capaz de deixar os clientes de queixo caído e ainda por cima loucos para te contratar independependentemente do valor cobrado? Então aproveite e conheça  programa do nosso treinamento Orçamentos e Propostas Matadoras com 4 bônus exclusivos (o bônus n#3 é o que as pessoas mais gostam!). Clique AGORA nesse link: http://www.universidadedafloresta.com.br/produtos/orcamentos-e-propostas-tecnicas-matadoras-curso-online-comece-agora