Cadastre-se e receba ATUALIZAÇÕES EXCLUSIVAS sobre o que ESTÁ FUNCIONANDO na consultoria ambiental. 

Consultoria Ambiental: como construir riqueza com sua especialidade?

Em 05/03/2019 , Comments

Olá consultores, tudo bem?

Estas últimas semanas passei um tempo sumido, me dedicando a fazer minha empresa crescer. Participei de vários treinamentos focados no desenvolvimento de micro e pequenas empresas, e um deles, em especial, me chamou a atenção com relação à uma competência essencial de um empreendedor de sucesso: a capacidade de modelar o seu negócio a partir dos tipos de rendas que ele pode te proporcionar. É um pouco desse conhecimento que quero trazer a vocês nesse post, pois eu tenho certeza que, assim como aconteceu comigo, as possibilidades de construção de riqueza que a consultoria ambiental podem proporcionar vão impactar a sua vida também.

Em primeiro lugar, você precisa entender quais são os tipos de renda:

RENDA ATIVA

É o tipo de renda que você precisa trabalhar para ganhar o seu dinheiro, que funciona como aquelas torneiras de shopping. Você aperta e sai água. Parou de apertar, a água para de sair. A maioria dos profissionais de consultoria trabalham assim, de projeto em projeto, tentando sempre guardar um pouco para manter a sua "caixa dágua" com um nível aceitável de água para ir sobrevivendo.

RENDA PASSIVA

É o tipo de renda proporcionada por ATIVOS, e que você não precisa trabalhar para que o dinheiro entre na sua conta. Funciona como uma torneira normal - uma vez aberta, ela começa a soltar água e não para mais, a não ser que você vá lá e feche. Um exemplo disso são as receitas oriundas de aluguéis de imóveis, dividendos provenientes da participação em negócios, royalties de direitos autorais, retorno sobre aplicações financeiras, etc.É esse tipo de renda que enche a caixa dágua dos ricos, e as faz transbordar.

Agora você deve estar pensando: "Até aqui tudo bem Otávio, mas eu não consigo entender como um Consultor Ambiental pode construir sua renda passiva sabendo que ele vive de renda ativa, de projeto em projeto, que mal dão para sobreviver. Qual é a sacada?"

Eu vou responder.

Eu aprendi que existe sim uma sacada que diferencia quem vai dar certo dos demais, e ela está ligada à sua renda ativa. Eu descobri que a renda ativa é dividida em duas outras subcategorias: RENDA PRINCIPAL e RENDA EXTRA.

RENDA PRINCIPAL

É a renda que garante a sua sobrevivência, ou seja, que paga as suas contas. Eu sempre chamei esse tipo de contrato de "vacas leiteiras", que garantem o "leitinho das crianças" e o "pão nosso de cada dia" todos os meses.

RENDA EXTRA

É a renda que garante a "gordura" no seu dia a dia. Aqui na empresa eu sempre chamei esse tipo de projeto de "caça".

A MATEMÁTICA DA RIQUEZA

Uma vez aprendendo a distinguir esses dois subtipos de renda ativa, você como Consultor Ambiental pode começar a planejar o seu negócio da seguinte maneira:

1- No começo da carreira, não tem jeito, você começa 
sempre por meio de pequenos projetos ou trabalhando num emprego, gerando RENDA ATIVA PRINCIPAL. Nesta fase você ainda se esforça para pagar as próprias contas;

2- Ao adquirir experiência, você deve começar a focar em desenvolver projetos que possam te trazer renda recorrente, tais como contratos de manutenção, monitoramentos ou acompanhamento de processos. Aqui, você começa a garantir a sua RENDA ATIVA PRINCIPAL. Aqui na empresa, com 2 u 3 contratos de manutenção e monitoramento de florestas nativas (contratos de 24 a 36 meses!), temos condições de sustentar os custos mensais;

3- Uma vez adquirindo expertise na construção de contratos de renda recorrente na consultoria, que lhe garantam a sua renda ativa principal, você entra na fase mais divertida: a de criar RENDA ATIVA EXTRA. Nesta fase você deve passar a focar de volta em fazer projetos, laudos, relatórios ou outros trabalhos extras, mas desta vez num novo status - como suas contas do dia a dia já estão garantidas, você pode escolher em que quer trabalhar, e cobrar bem para fazer trabalhos que você ama fazer. Assim, você começa a produzir sua RENDA ATIVA EXTRA, aprendendo a caçar de verdade.

OBS: Nesse ponto, a tendência natural das pessoas é aumentar o padrão de vida com a renda extra (por exemplo fazendo uma viagem), o que pode ser uma baita armadilha. O correto é pegar essa renda extra e começar a construir seu patrimônio líquido, aplicando o seu dinheiro para que ele comece a render, transformando-o num ativo. Eu chamo essa aplicação de "conta da liberdade financeira", a qual depende de muita dedicação e consistência para ser construída.

4- Com o seu patrimônio líquido crescendo, você pode começar a pensar em construir ativos reais, e diversificar seus investimentos para começar a construir uma vida de abundância. Nesta fase se inicia um ciclo de retroalimentação - os resultados da sua renda passiva você investe em construir renda extra, e o resultado da renda extra, você investe em renda passiva... e assim sucessivamente.

Gostou dessa clareza de crescimento?

Me conte aí embaixo qual é a sua especialidade e que tipo de trabalho você vai fazer para construir RENDA ATIVA PRINCIPAL, RENDA ATIVA EXTRA e RENDA PASSIVA.

Nos falamos abaixo!